Arquivos da categoria: Dia a dia

Desabafo de mae

Antes do Guilherme eu tinha uma vida maravilhosa (favor se leu até aqui, leia até o final), eu tinha tempo pra curtir com o noivo, ver meus seriados, dormir e acordar a hora que quisesse, sair sem preocupações, ia no cinema, bebia meu vinho. Eu era menos ciumenta, menos stressada, menos preocupada.. Antes do Gui, eu não tinha a mínima ideia do que minha mae tinha passado, mas também nem procurava saber, não era tanto do meu interesse assim.. Eu tive tudo o que meus pais não tiveram, tenho ate hoje. Tenho uma casa, tenho comida, tenho roupas, eletrônicos, tudo ! Nunca tive do que reclamar. Hoje a minha preocupação é imensamente ENORME em relação a TUDO relacionado a Guilherme, colégio, roupas, brinquedos, comida, casa, saúde.

Criar filho é coisa de outro mundo, é uma coisa entre o mais alto e o mais baixo dos sentimentos. E tao intenso, são tantos sentimentos misturados dentro de um corpo e uma cabeça so, que as vezes enlouquecemos, não sabemos lidar. Eu sincera e honestamente demorei pra acreditar e me sentir mae.

Demoraram meses, e eu achava isso uma loucura, como não sentir aquele vinculo TAO FORTE com meu próprio filho, assim que eu pari ele, ou logo nos primeiros meses?! Ninguem fala essas coisas pra gente, ninguém fala como é TAO difícil ter um filho, como é TAO difícil deixar sua vida inteiramente de lado, pra criar de um ser tao pequeno, indefeso, que precisa 100% dos pais. Me senti realmente mae aos 3 meses do Guilherme, meu pos parto foi horrível, eu não podia andar direito, carregar meu filho, subir ou descer escada, doía tudo, mamilos, peito, pernas, barriga, cicatriz, foi horrível. E o mais triste, foi a minha expectativa tao grande de ter um parto normal, e acabar sendo uma cesariana. Hoje sou totalmente outra pessoa, vivo stressada, impaciente, cansada, indisposta, não me cuido mais, tenho preguiça, e so penso em descansar. Sem falar que não trabalho, tranquei a faculdade faltando apenas duas matérias, estagio e TCC.

E diante de todos esses furacões, todas essas fases, frustrações, e as mais que virao, eu tenho me testado, testado meus limites, e hoje sim, conheço a parte de mim que estava escondida, e hoje se aflorou e tenho bastante orgulho dela. Sou  forte, até quando eu estou o mais cansada do que jamais estive, com dores, doente, eu sou forte, não sabia o quão forte eu sou. E minha força se chama Guilherme! Eu passo, passamos, por todos esses perrengues, e olha que não citei a metade do que as mães geralmente passam, mas sim, no final deixamos aquilo tudo pra la, esquecemos tudo isso, e so o que importa é aquela coisinha mais linda, perfeita, maravilhosa que você gerou! E é por isso que não sabemos o que nossas mães passaram, porque o que importa pra elas, pra nos, é a felicidade de nossos filhos, não ficamos remoendo as dores passadas.

Hoje não posso assistir meus seriados tranquila, nao durmo a hora que quero, nao vou mais sozinha pro banheiro , rsrs, mas tudo isso que perdi, nem se compara com o maior presente que ganhei! So ganhei mais um companheiro pra fazer tudo isso, e muito mais ! Agora teremos mais diversão, mais amor, mais companheirismo em nossas vidas, e isso é o bem mais valioso que poderíamos ganhar.

A única coisa que eu realmente me arrependo desde quando estava gravida, foi ter deixado meus hormônios, ate hoje, me dominarem, e perder a paciência que antes eu tinha bastante. E uma coisa que ganhei e aprendi foram as pessoas que REALMENTE se importam comigo, e o quanto devemos dar valor a elas. Meu noivo então merece um troféu de homem/amigo/noivo da vida !

Nenhuma fase cabulosa vai fazer com que, no final, eu nao fique feliz com a vida que ganhei. Agradeço demais por ter gerado Guilherme, por ter um homem maravilhoso ao meu lado, e ter formado minha família “cedo”. To amando toda essa nossa trajetória. Amo demais vocês!

IMG_20160130_174103007

Mês Julho – 2015

   Completando mais um mês, e a ansiedade à flor da pele ! A cada semana que se passa, e me toco que esse mês é quando irei parir, fico mais nervosa. Julho eu e meu noivo fomos atrás de tanta coisa que faltava para nosso Gui e pra mim. Pudemos economizar bastante com o tanto de coisa que ganhamos, como o berço, o bebê conforto com a base, carrinho, roupinhas, kit higiene, kit berço, indiozinho comprou o armário e colchão . *-* Agora é só armar tudo e CLARO, vou registrar e postar aqui!

montagembarriga2

A cada mês tirava uma foto pra poder a companhar a barriga, pra no final fazer alguma montagem. Os meses de Junho e Julho tem sido os piores, a barriga ta bem pesadinha, dói pra subir ladeiras, escadas, tenho sentido muito mais fome, muito mais refluxo e azia. Nunca senti tanto sono em toda a minha vida, rsrs. Quero ficar deitada o tempo todo ! Eu já não ando mais do que 2km/h (kkk). E Gui tem mexido bastante, mas agora dói mais porque ele ta grandão e não tem mais tanto espaço pra ele, e é mais à noite, o que me deixa BASTANTE preocupada com as noites que iremos perder já que o horário dele parece já estar estabelecido, né?! Rsrsrs

Fiz o ultrassom do mês passado, e com certeza é uma das minhas maiores alegrias, porque é quando vemos nosso pandinha, e tá tudo ok com ele ! *-* Esse mês também ganhamos um book de gestante com a Karol, o trabalho dela é MUITO bom, ela também faz book com recém-nascidos. A coisa mais fofa do mundo. Ficamos um pouco sem graça né, nunca havíamos feito fotos assim, mas com o passar das horas nos soltamos um pouco. Farei um post depois com as fotos do ensaio.

MONTAGEMJULHO2

1. Momento em que FINALMENTE eu POSSO ver o que se passa na tela do ultrassom, rsrs. Eu só olhava pra cara do indiozinho e ficava olhando os sorrisos dele, os olhos arregalados, as caras de interrogação, e eu agoniadíssima pra ver o que se passava !

2. O moço conseguiu capturar no ultrassom o rostinho do nosso Gui, com os olhinhos, testa, nariz, boca, tudinho *-* Isso marcado na foto é onde estão os olhos, tá escrito “Olhinhos” e as setinhas pra cada um.

3. Nosso book ! Esse é um dos momentos em que você fica realmente em saber o que fazer – pra quem é tímido -, to louquinha pra ver o restante do ensaio, mas por enquanto só posto essa aqui pra ficar na curiosidade. Todos nós ! kkkk

  E entrando nesse mês de agosto temos a Semana Mundial do Aleitamento Materno *-*. Não sei se é normal ouvir isso de uma gestante, mas eu to MUITO ansiosa pra amamentar, e espero de coração que dê tudo certo ! Tenho pesquisado bastante sobre amamentação, sobre livre demanda, a pegada direita do bebê, etc.. E um post que eu gostei foi o da Maternidade simples, porque tem dicas sobre como passar por esse processo. Eu SUPER apoio o aleitamento materno, fico MEGA feliz por aquelas que fizeram questão de amamentar e conseguiram e muito triste por aquelas que queriam muito e não conseguiram. Não tenho como afirmar ainda, mas tenho certeza que isso mexe muito com nosso psicológico. Então emano bastante força pra todas essas mulheres, que com certeza nunca deixaram faltar amor e carinho pra seus filhos, e torço pra que o ato de amamentar seja feito por todas aquelas que podem.

aleitamento1